quinta-feira, setembro 01, 2011

Em 12 anos na blogosfera nunca vi tamanha idiotice: 'manifesto da blogosfera BR'?


No mês em que a blogosfera completou seu 12º aniversário de sua criação oficial (com o nascimento do "Blogger" em 1999 - e 14 anos em dezembro da criação do termo 'weblog') eis que consigo me decepcionar mais uma vez com um grupo seleto de pessoas nessa grande família on-line. Isso, família, porque como completo agora em setembro 12 anos de blogueira considero a blogosfera uma família por opção. Mas como citei no meu post anterior em todas as famílias existentes no mundo nem tudo é perfeito e sempre existem brigas e aqueles que discordam entre si. Esse está sendo o caso.

Quieta no meu canto mergulhada em meus trabalhos e vida pessoal sempre procuro acompanhar os acontecimentos pelo mundo através dos principais jornais do mundo e pelas redes sociais e os blogs que aprendi a admirar com o passar dos anos através dos feeds. Nessa navegação de feed em feed me deparo com o desabafo de Marcos Lemos em seu blog Ferramentas Blog falando sobre um tal 'manifesto' publicado no site da YouPix. Atiçou minha curiosidade. Cliquei, li e comentei.

No entrelaço das linhas redigidas um monte de coisa em desencontro foi perdendo a noção do que realmente é o conceito básico dessa 'família chamada blogosfera'. Parece que uma minoria elitizada decidiu que todos os 'blogs' deveria ser 'padronizados', ou seja lá o que se passou na cabeça dessas criaturas, e resolveu criar um 'manifesto' (auto-delegando procurações por milhares de brasileiros) em que querem decidir o que todos os blogueiros brasileiros podem ou não fazer em seus blogs pessoais e/ou profissionais. Bobeira total!

Lendo o texto do Marcos, concordo quando ele diz que 'não nomeou ninguém para falar em seu nome'. Nem ele, nem eu, nem outros milhares de outros blogueiros novatos e veteranos pelo Brasil a fora. Hoje li o texto do José Márcio, no blog Os Invicioneiros, e ele falou muito bem quando citou Edney Souza falando sobre a quantidade de blogs em média no Brasil. Isso nos dá uma base de quão infantil foi esse seleto grupo elitizado em brincar de ciranda de roda vomitando pensamentos e afirmando que isso é 'algo que foi decidido pela blogosfera'. Eu faço parte da blogosfera há 12 anos, eu estou nesse grupo de mais de 100 mil blogs brasileiros citados por Edney em seu texto e não dei permissão nenhuma para ninguém falar em meu nome. 


Dissecando o texto criado pelo 'pequeno grande grupo' de ilusórios 250 blogueiros brasileiros e autointitulado de 'manifesto' (ou pelo menos parte dele, já que o texto original está 'guardado' a sete chaves num documento onde só a tal 'elite' tem direito de ler e comentar) vemos certos absurdos que não dá para deixar passar em branco. Então vamos lá...

Primeiro blogar é um prazer. Se você ganha alguma coisa com isso, seja financeiramente falando ou qualquer outro tipo de benefício é porque aquilo que você produziu é bom o bastante para ser admirado por outras pessoas, inclusive empresas. Aquele que automatiza um prazer deixa de sentir prazer por ele e deixa virar um rotina, chata, sem graça e robotizada.

No tal 'manifesto' o texto começa falando que eles a 'classe' precisa correr atrás de 'formalização'. Classe? Formalização? Vocês beberam o que nesse evento da YouPix? É a mesma coisa que pedir à alguém que 'coloque preço' em um hobby. Ok... "Eu gosto de 'colecionar figurinhas', mas para você ver minha coleção agora terá que me pagar tantos reais, porque tenho que pagar imposto, contas etc, afinal eu sou da 'classe' dos colecionadores e estou 'formalizado'". Aí pergunto: é piada?

Aí vem um rapaz chamado Gustavo Jreige (que deixo bem claro: não sei quem é, nunca ouvi falar, não faço a mínima ideia de quem seja), que foi 'mediador' do tal 'debate' no evento e concede uma entrevista a Folha de São Paulo dizendo que o objetivo do 'gigantesco' grupo de ilusórios 250 blogueiros brasileiros era de 'tratar das grandes questões do mercado dos blogs'. Mercado dos blogs? What????

Como cite lá em cima, claro que se tiver um bom conteúdo VOCÊ (autor do blog) terá seu prazer reconhecido e poderá sim ganhar dinheiro e benefícios pelo seu desempenho, mas daí a tratar o blog, o espaço blog, como um 'mercado', um 'produto' de compra e venda é muito estranho. Falo isso porque tentei entrar nesse mundo obscuro desses '250 grande blogueiros' e monetizar meu blog, afinal, eu já estou nisso há 12 anos (a maioria deles não tem nem cinco), pura ilusão. Se você acha que vai entrar hoje na família da blogosfera e sair ganhando milhões em reais com propagando de programas de afiliados ou 'venda' de posts pagos está redondamente enganado. É difícil, é trabalhoso e nem 1% dos que tentaram conseguiram.


E por falar nos que conseguiram, acredite, duvido (deixo bem claro que duvido), que vivem exclusivamente do blog. Porque quando você chega no 'auge' de ter uma 'pequena fama' e conhecimento nessa grande família você acaba deixando de dar atenção ao espaço que no início te dava prazer e passa a viver de evento em evento para poder 'aparecer' e 'ganhar mais'. Afinal você deixa de ser blogueiro para virar 'webcelebridade'. E nesse jogo de aparências você acaba convidando amigos para 'escrever' para você como convidado e se parar para olhar sua produção que no início era de 100% se estiver em 5% já será muito. Então, não! Ninguém 'vive de blog', os blogueiros vivem daquilo que produziram em seus blogs, ou seja, de seu trabalho e talento e não do blog em si.

'Formalizar'? 'Pro diabo' com essa tal formalização. 'Manifesto'? Aquilo está mais para um manual de etiquetas do que é bem visto ou não (porque nem podemos afirmar que é 'o que se deve fazer', afinal o blog é pessoal, cada um faz o que bem entender). Acredito sim que hoje podemos dizer que ser blogueiro virou parte de uma 'profissão', principalmente para os profissionais que atuam na comunicação, na educação, mas como a Rosana Hermann fala (a única com autoridade para dizer qualquer coisa, afinal ela está logo atrás de mim em tempo de blogosfera, eu faço 12 ela fará 11 anos em dezembro) o blog nada mais é do que uma FERRAMENTA de trabalho e não o trabalho em si.

Por favor, 'humildes desconhecidos' 250 blogueiros etilizados que criaram esse 'manifesto', só peço uma coisa a vocês: NÃO... NÃO DEI AUTORIZAÇÃO PARA FALAR EM MEU NOME. SOU BEM GRANDINHA PARA UTILIZAR O MEU BLOG COMO FERRAMENTA DE MEU TRABALHO E SUPORTE À CARREIRA QUE EU ESCOLHI SEGUIR (o jornalismo) SEM QUE ELE NUNCA DEIXE DE SER O MEU MOMENTO DE PRAZER. O MESMO PRAZER QUE ELE VEM ME DANDO HÁ 12 ANOS. Nunca precisei que ninguém falasse em meu nome nesses 12 anos, não é agora que vou precisar. O que eu tiver que falar usarei o espaço que há mais de uma década uso: MEU BLOG. Meu... E não de nenhuma 'classe'.


9 comentários

Maria Lúcia Marangon disse...

Perfeito, Ana! É isso mesmo!
Um grande abraço.
Maria Lúcia

Ana Magal disse...

Obrigada pelo comentário e pela visita Maria Lúcia :)

Tiozão das Batidas disse...

Que ?! Quando?! de vez enquando visito o youPix e não estava sabendo desse delirio coletivo.Essa turma só poderia estar mesmo etilizados.

Juliana Marton disse...

Putz, Ana... To cansada dessa baboseira desses (pseudo)blogueiros. Onde já se viu? Classe? Que classe é essa que eu não fiquei sabendo? O pior é ver esse tipo de coisa, sendo que a gente vive online, daí vem esses tipinhos e dizem que é a maioria e sei-lá-o-quê. Aff.

Li pelo Reader, como sempre. Mas, tive que vir comentar porque, por favor, hein.
Beijos!

lucidreira disse...

É por isso que tem gente lá no congresso Nacional querendo até fazer lei para se blogar. Ora, ora, esses blogueiros que se dizem os bam-bam-bans da blogosfera e se acham profissionais de blogs.
Sei que tem muita gente que se presta a ler os artigos que publicamos em nossos blogs, apesar de modesto.
Gostei muito do esclarecimento que prestou.
Abraço

S disse...

Não sou blogueira, sou "cliente" (ha ha ha) e concordo com TUDO o que você escreveu! Tem gente que arruma uma cara de "entendido", "dono de" e o escambau e acha que pode falar por muitos. Ridículo. Você está certa e nós "clientes" (é assim que "os representantes" nos chamam?) queremos ver os blogs EXATAMENTE como eles são, cada um com sua particularidade. Imagino a raiva que isto dá! Depois de tantos anos trabalhando (sim, porque mesmo um hobby dá trabalho) sem NINGUÉM convidá-los a dar "entrevistas" a porra de jornal nenhum, vir um bando de "experts" falar em seu nome É DOSE! Gente! Inveja é uma M.! E das grandes! Querendo pegar um atalho prá fama? Mandem eles tirar a roupa... é mais rápido do que um "manifesto". Ridículo! Estamos com os blogueiros sérios da blogsfera e não abrimos. E meu nome é Sara Binatti. Não tenho medo de falar o que penso e prá mim o tal manifesto é coisa de ENTULHO AUTORITÁRIO de quem não tem algo mais útil para fazer e do qual ESTAMOS FARTOS!

Edney Souza disse...

Note que o texto meu que você cita é de 2002, eram 100.000 blogs brasileiros em 2002. Hoje deve existir cerca de 10 milhões de blogueiros brasileiros segundo o CETIC: http://www.cetic.br/usuarios/tic/2010-total-brasil/rel-int-06.htm

Geyme Lechner disse...

Carambolas, Ana, vc foi futucar o link pq ficou curiosa, e eu vim xeretar aqui, pq tambem fiquei e quis saber que m... foi essa.... Estou passada!! Há algum tempo, por essas e por outras, pela intransigencia de alguns "literatos" dessa blogosfera, faço-me a pergunta: " Por que raios ainda estou aqui?" rsrs G-zuis, é cada tolice que a gente le que dá vontade de enfiar o dedo nos olhos.

Seu texto falou tudo, assino embaixo, e a imagem nao podia ser mais adequada a certas antas virtuais desse espaço...
Mandou bem!!!!!!!
Beijoka!!!!!

Emíliana disse...

Sou blogueira a três anos(Gatinhando).Esse final de ano estive ali, ali para desativar meu blog.Não sabia desse "seleto grupo",mas já conheci outros,e outros,e cada vez se formam mais grupos na blogosfera.Não sou jornalista como vc.Eu gosto de contar historias sobre relacionamentos e essas coisas.Abri o blog pra isso.E realmente,na parte em que vc fala sobre convidar pessoas para participarem do seu blog,ta certíssimo.Passei o ano de 2011 agregando blogueiros em duas seções que pra mim foram muito especiais,e no meio delas contando as minhas historinhas.Mas tive tantas decepções com as web celebridades que vi se criarem,se construírem,seu auto promoverem por aí de uma maneira equivocada,que simplesmente,fiquei enojada.Fora a guerra dos "textos carapuças" onde jamais colocam o nome,mas esta mais do que claro,bem diferente do teu que fala,mostra,e não tá nem aí.Ganhar dinheiro com blog é uma ilusão.Mas fazer o que gosta que é escrever,de verdade,nem que seja pra meia duzia de leitores,é real e tem que ser por amor.
E eu amo blogar!
Adorei teu texto,tua opinião,e tua força nas palavras.
Te achei no Face.
Fico feliz!Bom fds bjca

Postar um comentário

Leia as regras:
Os comentários deste blog são moderados.
Use sua conta do Google ou OpenID.

Não serão aprovados comentários:
* com ofensas, palavrões ou ameaças;
* que não sejam relacionados ao tema do post
* com pedidos de parceria;
* com excesso de miguxês CAIXA ALTA, mimimis ou erros grosseiros de ortografia;
* sem e-mails para resposta ou perfis desbloqueados;
* citar nome de terceiros em relação à apologias, crimes ou afirmações parecidas;
* com SPAM ou propaganda de blogs.

Importante:
* Diferença de opinião? Me envie um e-mail e vamos conversar educadamente.
* Parceria somente por e-mail.
* Dúvidas? consulte o Google!

Obrigada por sua visita e comentário. Volte sempre!
OBS: Os comentários dos leitores não refletem as opiniões do blog e de sua autora.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo
 
;