terça-feira, dezembro 13, 2011

“Sim, ele me ama!” – Uma carta de Natal para meu troll de estimação

Um troll, na gíria da internet, designa uma pessoa cujo comportamento tende sistematicamente a desestabilizar uma discussão, provocar e enfurecer as pessoas envolvidas nelas.
(Wikipédia)


O fim do ano chegando e eis que me coloco a reorganizar as coisas em meus blogs. Quando dei por mim estava lá parada nas páginas dos comentários relendo cada mensagem que recebi ao longo desse último ano e me deparei com um ser que, digamos assim, ‘conquistou meu coração’ de forma errada. Sim! Eu tenho um troll de estimação.

O primeiro comentário dele no meu blog foi em agosto de 2010 quando ele, já em tom de trollagem, veio comentar um post que eu tinha feito sobre o Censo. Depois ele seguiu para o post que fiz sobre a censura da Folha contra um blogueiro e como um bom troll, ele usou termos intelectualmente ‘bonitos’ (que para muitas pessoas são classificados como difíceis). Chamou ‘carinhosamente’ meu blog de popular, do povão, mas claro que não iria usar esse termo assim, ele é ‘superior’, então lá veio ele classificando o PJ como ‘mainstream’.

Ele, como todos os trolls, sempre veio contra a postagem. Natural. Deixei para lá e respondi educadamente (ou pelo menos tentei). Como sempre o ataque aos blogueiros em geral é sempre o foco dessas pessoas. Para eles sempre estamos errados, esquecem que o nossos blogs são OPINATIVOS e opinião, cada um tem a sua. Eles têm as deles e nós temos as nossas. Não concordou, não precisa ofender.

Daí para frente os comentários foram evoluindo para ‘criador de confusão e ofensor de plantão’. Apontar meus erros de português e gramatical virou foco da vida dele. Bastava um post meu ir ao ar que vinha ele criticando tudo o que eu errava e ainda argumentava com teses expressivas e verbetes em latim. Óbvio! Todo troll quer ser intelectual.

Existem várias formas de um troll se apresentar na web. A maioria deles usa o ‘joga a ofensa e sai correndo’. Começam um debate, provocam, irritam e quando tudo sai do controle é o primeiro a pular fora da discussão. Outros optam por baixar o nível e usam palavras de baixo calão a fim de ofender literalmente os envolvidos. Existem ainda aqueles que adoram vencer pelo cansaço. Eles não admitem perder uma discussão, por isso, ficam gerando situações e expondo teses a fim de nunca sair perdendo.

O meu troll usa da sistemática do desfile intelectual de informação. Adora usar um vocabulário sofisticado, mostrar provas contundentes de que está certo, aponta referências como base de seus argumentos e ADORA expor os blogueiros ao ridículo, principalmente questionando sua formação educacional como se isso fosse obrigação para você ser perfeito. Esse é o meu troll. Para ele, eu sempre serei uma burra e como ‘jornalista’ deveria ter a obrigação de não errar nunca.

Tentei, como todos, levar na brincadeira e esquecer. Porém, acho que ele notou que eu não autorizava mais os comentários dele e envia a mesma mensagem aos lotes enchendo minha caixa de e-mails. Um dia cansei. Optei pelo direito de bloquear a ‘criança’ nos meus serviços de comentários, feeds etc. Por um tempo tudo ficou tranquilo até que de repente me deparo com um novo comentário dele, porém agora com um novo nome e perfil no blogger. É... Ele evoluiu de troll para stalker!


Coloquei todos os comentários dele como spam, mas ele continua a enviar suas ofensas a cada nova publicação. Nesse momento tenho quase que certeza de que ele deixou de ser um simples troll (aquele que gosta de perturbar) e passou a ser um stalker (aquele que me persegue). Tenho a ligeira impressão que esse cidadão deve guardar uma paixão sexual enrustida por mim, só pode. Não consigo ver outra explicação que leve uma pessoa a perder o tempo precioso dela diariamente lendo um texto no qual ela sabe que vai discordar e criticar ofensivamente. Só pode ser paixão enrustida.

Depois de tanto tempo de convivência conturbada entre nós dois, caro Deca/Andy, prezo pela educação e paz entre os envolvidos. Caso não seja possível, porque me parece que você tem prazer em me criticar, fique ciente que seus comentários ofensivos continuarão a ser excluídos. Afinal o blog É MEU e eu tenho o direito de autorizar ou não tudo o que é publicado nele. Se você discorda de algo que eu disse, saiba que existem maneiras educadas de expor a sua opinião e ofender os outros não lhe trará pontos a mais em sua vida pessoal.

Quando aos erros de português... Sim! Eu erro. Todos nós erramos. E não me venha com essa de que você é perfeito, pois não é. Você pode falar alemão, chinês, inglês, latim, grego, hebraico e até javanês, não me importa, isso não lhe dá o direito de se achar superior a ninguém. Saber dar um toque na pessoa quando ela erra alguma coisa na escrita é para quem tem educação, e pelo jeito você não a possui, pois ofender é a única forma de crítica que você conhece.

Não adianta vir aqui falar que eu não aceito críticas construtivas. Aceito sim! Porém, ofensa não constrói nada só destrói a moral e a autoestima de cada um. Tenho um monte de defeitos, afinal ninguém é perfeito, sou chata, sou teimosa, sou temperamental, sou crítica, mas uma coisa que não sou é mal educada.

Para mostrar isso resolvi dar a você aquilo que o tanto almejou nesses quase dois anos: audiência! Por favor, fique à vontade para subir no palco da blogosfera e ter seus minutos de glória. Só não espere receber muitas palmas dos espectadores, ok?

Observação importante para o caro Deca/Andy: fiz questão de não revisar esse texto. Estou publicando-o com imenso prazer de conter milhares de erros gramaticais. Isso só demonstra o quanto sou humana e que como tal cometo erros. Porém, sei pedir desculpas quando ofendo uma pessoa, diferente de você.

Portanto meu caro troll/stalker... Suba no palco e tenha um Feliz Natal! Que em 2012 o novo ano lhe traga uma coisa que 2011 não trouxe: educação. Não aquela encontrada nos livros e sim a que se recebe da vida.
Campanha faça um troll feliz: dê um post de presente para ele nesse Natal e deixe-o ter seus 15 minutos de fama! Assim, quem sabe, ele larga do seu pé porque estará ocupado demais dando autógrafos por aí...

2 comentários

Blogueiros do Brasil disse...

Orgulhosamente programei uma 'chamada' para este ótimo artigo no novo site dos Blogueiros do Brasil. O post será publicado dia 14/12 às 18h .
:
:
Considere a possibilidade de atualizar a URL no nosso banner ou link. Desculpe-me pelo transtorno.
:
:

Abraços cordiais.

Sybylla disse...

Adorei o texto. =)

Infelizmente esse tipo de praga cibernética existe e a gente tenta lidar com essas tralhas da melhor maneira, mas entendo sua irritação. Ninguém merece isso.

Abraço!

Postar um comentário

Leia as regras:
Os comentários deste blog são moderados.
Use sua conta do Google ou OpenID.

Não serão aprovados comentários:
* com ofensas, palavrões ou ameaças;
* que não sejam relacionados ao tema do post
* com pedidos de parceria;
* com excesso de miguxês CAIXA ALTA, mimimis ou erros grosseiros de ortografia;
* sem e-mails para resposta ou perfis desbloqueados;
* citar nome de terceiros em relação à apologias, crimes ou afirmações parecidas;
* com SPAM ou propaganda de blogs.

Importante:
* Diferença de opinião? Me envie um e-mail e vamos conversar educadamente.
* Parceria somente por e-mail.
* Dúvidas? consulte o Google!

Obrigada por sua visita e comentário. Volte sempre!
OBS: Os comentários dos leitores não refletem as opiniões do blog e de sua autora.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo
 
;