quinta-feira, junho 11, 2009

Aprenda a treinar seu homem*

Isso mesmo, você não leu errado o título. Eu, como sempre, navegando perdida por aí, vou que entro no site Bolsa de Mulher e me deparo com um "curso" de treinamento bem excêntrico, pode-se dizer assim. Curso de treinamento de homens, para mulheres.

Confesso que li por curiosidade. Mesmo eu sendo apaixonada por livros do tipo "auto-ajuda" (que nunca ajudam em nada por sinal), nunca coloquei em prática nada do que li em nenhum deles. Sempre fui pela curiosidade. Sabe, aquela coceirinha atrás da orelha de um jornalista em saber o quê o outro está pensando e pelo o quê ele passou?

Então eis que entrei na matéria e comecei a ler. Em alguns momentos dava gargalhada sozinha na frente do monitor. Minha mãe me olhava com aquela cara do tipo "será que ela surtou?" e eu continuava com fone no ouvido, escutando música e rindo do tal "treinamento".

O treinamento começa com a definição da palavra homem:

Homem - de acordo com o dicionário Aurélio - S.m. Indivíduo dotado de inteligência e linguagem articulada, bípede, bímano, classificado como mamífero da família dos primatas, com a característica da posição ereta e da considerável dimensão e peso do crânio. / Espécie humana, humanidade: a evolução social do homem. / A criatura humana sob o ponto de vista moral: todo homem é passível de aperfeiçoamento. / Pessoa do sexo masculino, macho.
Trecho retirado da matéria Aprenda a treinar seu homem* - Bolsa de Mulher


Já nesse primeiro parágrafo, eu dava milhões de gargalhada. O que mais poderia fazer? Então continuei a ler. E veio a continuação da saga adestradora:

Mas sabemos como ninguém que eles são bem mais que isso. Eles nos abraçam, beijam, fazem carinho, nos proporcionam momentos mágicos. Além disso, matam baratas, abrem latas, trocam pneus e são pais dos nossos filhos. Seres únicos, indispensáveis. Por isso nossa perseverança de colocá-los nos eixos.
Trecho retirado da matéria Aprenda a treinar seu homem* - Bolsa de Mulher


Nesse ponto eu já não sabia se ria ou se chorava... De tanto rir, claro. Começo a achar que sou de outro planeta. Nunca precisei de homens para matar barata. Atentando-se que aqui, o meu é que tem medo delas. Abrir latas e potes? (lembrei do comercial em que a mulher abre o pote e fecha pedindo para o homem abri-lo só para se sentir "útil" – coitados!). Mas o que me fez mais rir foi: seres indispensáveis. Peralá! Seres o que? É... Sou de outro planeta.

Não estou dizendo que não gosto de homens. AMO. Mas dizer que não dá para viver sem eles é completa e absurda mentira. Vamos com calma né mulherada! Eu amo de paixão o site Bolsa de Mulher, mas convenhamos que pegaram pesado nessa afirmação de insubstituíveis.

Continuemos então o programa. Módulo I: Identificando o problema. Hum... Tá... Pensando aqui nos problemas... Com direito a testezinho de revista feminina e vídeo-aula! Meu Deus! Como pude viver tanto tempo assim sem essas respostas? (sem comentários!)

Eis que chega o Módulo II: Adestramento doméstico. Peraí? Era treinamento de homem ou cão? Deixa para lá e continuemos. Nesse módulo temos como principais aprendizados: noções de higiene, independência, flexibilidade, desapego e organização. "Eles são colocados em situações rotineiras e estimulados a se comportar corretamente*". Preciso dizer o que fiz? Não, né... (Ah! E também tem vídeo-aula!)

Bem, agora o Módulo III para fechar com laço de ouro: Lidando com elas. Nesta fase o curso tentar ensinar os homens como valorizar e entender uma mulher. Falam como adestrá-los para lhe prover de elogios quase diários. E como não podia faltar... Vídeo-aula!

Bom, terminei de ler e cheguei a seguinte conclusão: será que estamos tão mal de relacionamento que precisamos de aula para nos entender com nossos parceiros? O mundo evoluiu, a mulher também, mas chegarmos a ponto de querer "adestrar" nossos cãezinhos, ops, maridinhos e namoradinhos, já é o cúmulo da falta de amor-próprio.

Se eles fazem coisas que não nos satisfazem está mais do que na hora de trocar de parceiro. Afinal, não existe o relacionamento ideal. Nada e nem ninguém e perfeito. Se fosse também, seria um saco.

Levando para o lado cômico... Parabéns a equipe do Bolsa de Mulher que fez um artigo divertido e lidou com a situação problemática do relacionamento com bom humor. Mas... Desculpe novamente... Uma mulher ter que fazer curso para "treinar" seu homem é o fim da picada...

Se nesse Dia dos Namorados, você achar que seu companheiro precisa de "treinamento" fica aqui um conselho meu amigas: TROQUEM DE PARCEIRO! E sejam felizes enquanto dure!Porque se vocês ficarem esperando o homem perfeito...


Obs: Os termos com * foram retirados da matéria Aprenda a treinar seu homem do site Bolsa de Mulher e está devidamente creditado.

4 comentários

crazyseawolf disse...

Aninha, não existe o homem perfeito do jeito que vocês mulheres querem. O mais próximo dessa perfeição é gay! :o)

Ana Magal disse...

Oh, oh... Uma vírgula aí em "vocês mulheres", rss eu mesma escrevi no texto, que devo ser de outro planeta e discordei o tempo inteiro na busca pelo "homem perfeito", e como brinco... eu aqui em casa sou o "homem da relaçao", rss

Não existe perfeição em nada, nem ninguém, como citei no texto. Nem os gays são perfeitos, hahaha. Afinal gostam de homens como eu, ora rsss

Jully Barreto disse...

hauhauhauaua acho q vinhemos do mesmo planeta companheira!
... sem mais comentários!

Ana Magal disse...

E não é Jully... Se alguém precisa "domesticar" o próprio companheiro é melhor trocar logo hahahaha...

Postar um comentário

Leia as regras:
Os comentários deste blog são moderados.
Use sua conta do Google ou OpenID.

Não serão aprovados comentários:
* com ofensas, palavrões ou ameaças;
* que não sejam relacionados ao tema do post
* com pedidos de parceria;
* com excesso de miguxês CAIXA ALTA, mimimis ou erros grosseiros de ortografia;
* sem e-mails para resposta ou perfis desbloqueados;
* citar nome de terceiros em relação à apologias, crimes ou afirmações parecidas;
* com SPAM ou propaganda de blogs.

Importante:
* Diferença de opinião? Me envie um e-mail e vamos conversar educadamente.
* Parceria somente por e-mail.
* Dúvidas? consulte o Google!

Obrigada por sua visita e comentário. Volte sempre!
OBS: Os comentários dos leitores não refletem as opiniões do blog e de sua autora.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo
 
;