quarta-feira, março 24, 2010

O que faz você desistir de seus sonhos?

Essa semana anda meio baixo astral. Problemas pessoais que vão se acumulando no dia-a-dia e quando não resolvidos se tornam algo sem condições de controle. É assim que sinto meu momento. E nesse meio todo fico pensando no que faz uma pessoa desistir de seus sonhos, desejos e vontades? Para muitas pessoas eu não sei, mas para mim a tal frase de que dinheiro não traz felicidade é completamente inverídica.

Não digo que para sermos felizes necessitamos de rios atolados de dinheiro. Tudo que é excessivo é ruim, inclusive grana demais. Mas ter um emprego que te pague o suficiente para deixar as contas em dias e poder ter alguns momentos de lazer é fundamental para o ser humano civilizado, principalmente em um mundo mais capitalista que nunca. É... Por conta do desemprego estou tendo que abrir mão de muitas coisas. Coisas que deixam mal, para baixo, sem rumo...


Muitos sabem do meu desejo de ir para Londres em agosto. Pois é, esse é um desejo/sonho que talvez eu tenha que adiar, assim como adiei o último ano da faculdade, como adiei a retirada da minha carteira de habilitação, como adiei passeios, diversão e um monte de outras coisas.


Fico lendo jornais e assistindo telejornais que falam que o Brasil está mais ativo que nunca. Que o número de empregos de carteira assinada cresceu não sei "quantos porcentos" no último mês. Eles só esquecem de dizer o quanto é difícil conseguir esse tal emprego. Que pessoas que passaram dos 25 anos já são consideradas velhas para o mercado de trabalho. Esquecem também de falar que algumas pessoas falam que ter pouca experiência é ruim, mas que para muitas empresas brasileiras ter "experiência" demais também vira ponto negativo.

Sinto falta da época em que íamos fazer uma entrevista de emprego e era você e o empregador cara a cara. Hoje você passa por 500 empresas de RH antes de conhecer seu "futuro chefe". Contratam psicólogos, pedagogos, sociólogos e outros mais, para aplicar teste que chamam de "lógicos", e que de lógica nada tem, e mais textos, questões, provas e redações, que faz o candidato parecer que voltou para o colégio e está prestes a ser reprovado ou ir para o período de recuperação escolar.

As reportagens esquecem também de dizer que os empregos podem ter voltado, mas os salários são os mais baixos dos últimos tempos. São pessoas, muitas com ensino superior, se sujeitando a empregos bem abaixo do seu nível só para poder pagar as contas de casa. Ah, e as contas! Os cobradores nunca param de ligar. E, por mais que seja proibido por lei, ainda existem empresas que te barram nos "testes" de seleção quando você tem o nome sujo na praça, sendo que sem emprego você nunca terá chance de limpá-lo.


Outra coisa que nunca é citada são as discriminações que existem quando vamos fazer seleções de emprego. Somos descartados quando somos gordos, quando somos negros, quando somos feios, quando somos mulheres, quando somos qualquer coisa que não seja considerada dentro do "padrão anormal" imposta pela sociedade hipócrita. As vagas de emprego cada dia vem com exigências absurdas, como ter língua estrangeira fluente para um mísero salário de 600 reais ou ser casado, e até ser de uma determinada religião específica. Isso não vemos nos noticiários.

Hoje posso falar que o que me faz desistir dos meus sonhos, são pessoas que elogiam falsamente meu profissionalismo, mas sempre acha que a loira de corpão bonito é mais "profissional" que eu. Hoje, afirmo que o que me faz desistir de meus sonhos é viver com merreca de dinheiro de bicos e sempre ter que dizer não aos amigos na hora de sair no fim de semana porque não tenho dinheiro nem para pagar a condução. É... O que me faz desistir dos meus sonhos é viver em um país, onde depois dos 30 anos você é velho o suficiente para ficar fora do mercado de trabalho e inteligente o suficiente para não poder trabalhar em um cargo inferior ao seu conhecimento.

Não poder me sustentar... Isso é o que faz desistir dos meus sonhos...

6 comentários

jornalistamasini disse...

Ana,

Seu texto certamente reflete a opinião de muitos brasileiros (será mesmo só dos tupiniquins?).

Abri uma agência de comunicação recentemente e estou fazendo uma espécie de freela num shopping da cidade, mas ainda estou em busca de um trabalho fixo e que valorize meu talento e conhecimento adquirido durante os anos.

Uma força interior me deixa animado e disposto - nem sempre, confesso. O jeito é me agarrar ás minhas convicções e crenças e seguir em frente.

Se a gente parar, neste mundão velho e impiedoso, as coisas definitivamente não acontecem.

Desejo que você (que eu, que nós) encontre a porta logo para aliviar a pressão interna.

[ ]'s

Marcos Masini
http://www.pugnus.com.br

Ana Magal disse...

É amigo Masini, é difícil. Tentamos segurar a peteca no ar (putz: peteca, tô velha mesmo rs), as tem horas que ela é pesada demais.

E que todos encontremos nossa porta de alívio...

Obrigada pela visita e pelo comentário

Ana Karenina disse...

Olá Ana(quase chará)

muito bom seu blog, estou com vontade de linkar na minha lista posso?

quanto ao post você tocou em questões que eu também concordo, dinheiro não traz felicidade, só ele não, mas com ele se viabiliza muitas coisas, porque sem dinheiro muitas vezes não há amor que resista até o amor próprio fica abalado.

Considerei seu texto um desabafo sobre sua vivência mesclada com o relato sobre o que tem de ridiculo nesse país quanto as exigências profissionais no mercado de trabalho. acompanhei também muitas dessas bobagens que exigem por aí, casos que exigem mais o tal inglês fluente do que o bom e velho português.

Me vi um tempinho nessa angústia do amanhã incerto, onde tudo era temporário e também me diziam que eu era boa, mas não o suficiente para me empregarem, até que despertei pro mundo dos concursos, apostei todas as fichas, me privei de quase tudo, mas consegui.

Você também encontrará seu caminho!

Quanto a pergunta: o que faz você desistir de seus sonhos?
bom pra mim é quando ele deixa de ser sonho e vira uma meta inatingível.

Acho que não ajudei a te animar, mas enfim, é isso aí, tenha confiança!

Um abraço :)

Ana Magal disse...

Olá xará! Obrigada pela visita. E adorei seu blog também. Ganhará um cantinho aqui no PJ e lá no Feminina Plural.

A vida tem dessas coisas. Realmente, como vc falou, o dinheiro não traz toda felicidade, mas sem ele não há vida, amor e família que resista em pé. Minha autoestima anda lá embaixo, mas sei que esse 'inverno nebuloso' vai passar... estou há quase 2 anos sem emprego aguardando minha 'primavera' chegar.

Beijos e volte sempre!

Douglas disse...

Força amigaaaaaaaaaaaaaa Você é linda!!
Jamais, nunca, never desista, sempre siga em frente, não podemos desistir por que se não, quem vai em frente para nos?
Beijos força força e fé precisamos dela para chegar em algum lugar

jornalistamasini disse...

Ana,

Sobre a peteca... eu jogo viu! ;P

[ ]'s

Marcos Masini
http://www.pugnus.com.br

Postar um comentário

Leia as regras:
Os comentários deste blog são moderados.
Use sua conta do Google ou OpenID.

Não serão aprovados comentários:
* com ofensas, palavrões ou ameaças;
* que não sejam relacionados ao tema do post
* com pedidos de parceria;
* com excesso de miguxês CAIXA ALTA, mimimis ou erros grosseiros de ortografia;
* sem e-mails para resposta ou perfis desbloqueados;
* citar nome de terceiros em relação à apologias, crimes ou afirmações parecidas;
* com SPAM ou propaganda de blogs.

Importante:
* Diferença de opinião? Me envie um e-mail e vamos conversar educadamente.
* Parceria somente por e-mail.
* Dúvidas? consulte o Google!

Obrigada por sua visita e comentário. Volte sempre!
OBS: Os comentários dos leitores não refletem as opiniões do blog e de sua autora.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo
 
;