domingo, novembro 07, 2010

Ui... Mais uma 'compulsão' em minha vida (?)


Desde que me conheço por gente que roo unha. Acho que minha primeira lembrança de levar os dedos à boca para comer deliberadamente as unhas é lá pelas meus seis anos de idade. De lá para cá, já parei, já deixei crescer e pintei de vermelho sangue, já comi de novo, já pintei de preto, azul, roxo e tudo o que você pode imaginar. Já coloquei postiça, fiz aplicação de silicone, porcelana e outras técnicas que nem sei pronunciar o nome. Porém lendo uma matéria do Portal Terra hoje me deparei com uma triste realidade: além de tantas outras compulsões que já tenho, roer unhas também é uma dela...

O ato ou compulsão por roer unhas chama-se onicofagia e atinge qualquer um, homens e mulheres não importando a idade. Na maior parte das vezes começa na infância e perdura por toda vida. Segundo a especialista entrevistada na matéria o hábito de comer as unhas pode ser compulsivo além de trazer danos à saúde.

A causa pode ser por diversos fatores que vão desde uma crise passageira que inicia o processo nervoso ou até crises agudas de ansiedade. Hoje no mundo estressante da globalização onde tudo é corrido e nunca temos tempo para nada é muito mais comum encontrarmos roedores de unhas pelas cidades, grandes e pequenas.


A médica entrevistada disse que as crianças que começam a roer as unhas fazem isso porque veem os pais fazendo. Ops, Doutora Meire Parada! Tá errada viu? Nem toda criança é assim. Eu, por exemplo, roo unhas desde criança e meus pais nunca roeram e nem ninguém da minha família, pelo contrário, eu sou a única de ambos os lados da família que tem esse (confesso: péssimo) hábito.

Acredito quando ela fala sobre os traumas que podem ser causados na base da unha. Hoje, depois de mais de 30 anos roendo unhas vejo a base da minha ficando um tanto deformada e com coloração diferenciada. Um dermatologista que fui uma vez disse inclusive, que uma das minhas unhas estava com calo interno de tanto eu roê-la. Fora isso, já sabemos, dos problemas de infecções que podemos ter ao colocar as mãos na boca e para o roedor compulsivo como eu, lembrar de lavar as mãos para roer é simplesmente impossível. Roemos e pronto.

Os psicólogos entrevistados disseram que roer unhas não é classificado com um distúrbio, porém pode ser sintoma de algo que não está bem com o roedor. O meu eu sei que é a ansiedade, já que sofro de TAG (transtorno da ansiedade generalizada) a muitos anos, mas tudo indica que isso deve ter me 'perseguido' a vida inteira (e porque não, ora?).


Não acredito que tomar antidepressivos ajude a melhorar isso. Já tomei e continuei a roer as unhas. Assim como já parei por anos de roer e deixei crescer e não estava tomando nenhum medicamento nem aplicando nada no local, simplesmente quis parar e parei, do mesmo modo como quis voltar a roer e roí. 

E digo uma coisa... Não adianta tomar medicamentos e usar receitinhas tópicas para tentar resolver o problema, porque roedor compulsivo como eu, come de qualquer jeito. Já coloquei pimenta, um spray que queimava a boca de tanto arder, solução para unhas roídas com gosto amargo (aquele da Avon) e outras receitinhas mais e nenhuma dela deu resultado. Como falei, quando eu quero parar eu paro, quando não quero continuo e não será nem antidepressivos ou soluções 'mágicas' com gosto ruim que irão mudar a opinião do roedor compulsivo como eu.

E penso comigo mesmo... E daí? Quando tá roída e quero sair só colar a postiça e vamos para festa! Depois é só tirar e pronto... Volto à rotina =P


1 Comentário

vidarealdasam disse...

Olá !!!

este hábito é um tormento mesmo !!
Eu roía quando era adolescente, depois coloquei aparelho nos dentes e como era dolorido roer, parei durante muito anos.
Mas a uns 3 meses entre numa fase de muito stress e pronto ! roí tudo de novo, tá uma belezuuura !!
estou me esforçando pra parar novamente, mas tá difícil...
Mas vou começar a dieta na segunda !! kkkk
Adorei o texto !
grande beijo !

Postar um comentário

Leia as regras:
Os comentários deste blog são moderados.
Use sua conta do Google ou OpenID.

Não serão aprovados comentários:
* com ofensas, palavrões ou ameaças;
* que não sejam relacionados ao tema do post
* com pedidos de parceria;
* com excesso de miguxês CAIXA ALTA, mimimis ou erros grosseiros de ortografia;
* sem e-mails para resposta ou perfis desbloqueados;
* citar nome de terceiros em relação à apologias, crimes ou afirmações parecidas;
* com SPAM ou propaganda de blogs.

Importante:
* Diferença de opinião? Me envie um e-mail e vamos conversar educadamente.
* Parceria somente por e-mail.
* Dúvidas? consulte o Google!

Obrigada por sua visita e comentário. Volte sempre!
OBS: Os comentários dos leitores não refletem as opiniões do blog e de sua autora.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo
 
;