segunda-feira, novembro 30, 2009

Que venha 2010...


Hoje parei para olhar minha agenda de compromissos para dezembro e fiquei chocada. Isso mesmo, estamos entrando em dezembro. Mas já? Tão rápido... Muitos falam que o tempo é relativo, afinal todos os dias tem 24 horas e os anos variam entre 365 e 366, quando fevereiro resolve agregar mais um dia no calendário. Mas porque temos essa sensação estranha de tudo passou voando?

Não consegui tirar isso da cabeça. Acho que quanto mais temos um ano produtivo mais ele passa rápido. Quando ficamos em estado de letargia assistindo a vida ao invés de vivê-la, é quando a sensação de marasmos assola o pensamento e o ano parece se arrastar. Meu ano de 2009 posso classificar como maravilhoso.

Muitos me chamarão de louca, porque continuo "desempregada" (afinal emprego formal não quer dizer que necessariamente não estejamos trabalhando), tive que trancar o último ano da faculdade por problemas pessoais e financeiros, ocorreram perder significativas na minha vida, briguei muito com o namorado, mas no final o saldo foi positivo. Foi assim por o quanto eu cresci como pessoa foi inimaginável.

O meu ano já começou otimamente bem quando tive a honra de ir para São Paulo assistir a final do Aprendiz Universitário, ainda comandado pelo Justus, em maio. Tive o prazer de deixar entrar na minha pessoas maravilhosas, como o Antenor (Mural do Antena), Jader e Anna (Blog Aprendiz), e fora um monte de outras pessoinhas que me ajudaram a trilhar e escolher um novo rumo para minha vida profissional.

Depois veio uma notícia inesperada que me deixou muito feliz: minha gravidez. Mas que infelizmente parecia não ser o momento certo de acontecer e tive que passar por momentos intimamente tristes. Cresci como mulher, cresci como ser humano. Hoje sei a dor de uma mãe e, como sempre a minha mãe dizia, passei a entender e respeitar muito mais todas as outras, inclusive a minha. Perdi algo insubstituível, mas isso me fez ser mais mulher para mim mesma.

A minha crise financeira não poderia estar pior. Acho que estou mais no vermelho que o governo norte-americano, mas por incrível que pareça não fiquei tão abalada como ficava antes. Como falei, esse ano tem sido um ano de aprendizado, principalmente pessoal e de autocontrole. Aprendi que não adianta entrar em pânico, que o dinheiro não vai cair do céu, e que tenho que me aprimorar e correr atrás se quero mudar essa situação e pode vir o cobrador que quiser me atormentar que não vou deixar isso me abalar. Hoje estou mais comedida em minha finanças e aprendi a dar valor ao dinheiro suado.

Conheci pessoas maravilhosas no mundo online. Comecei no Projeto Futuro Jornalista como repórter colaboradora. Sem ganhar nada, só pelo prazer de exercer minha profissão. E com isso consegui coisas que nunca podia imaginar. Por isso, hoje sei que o dinheiro não comprar a metade de nossa felicidade, pode até ajudar a chegar perto, mas ele não compra nossa credibilidade e aprendizado pessoal.


De repórter cheguei a editora-chefe em pouco tempo. Mas tudo isso porque eu comecei a focar em mim, no que eu quero para meu futuro e para minha carreira. Trabalhei, e muito, mesmo não tendo remuneração, para construir meu nome com trabalho e não por dinheiro. Aprendi, e continuo aprendendo todos os dias com os meus colegas, meus repórteres e assistentes. E sei que vou continuar aprendendo muito mais que ensinando. Não ganho dinheiro nesse projeto, mas ganhei outra coisa muito mais importante: confiança em mim mesma.

O jornal me abriu portas que nunca imaginaria conquistar. Entrevistei Astrid Fontenelle, me senti honrada com isso. Vamos lançar um livro, escrevi um Manual de Redação e Estilo, estou fazendo coisas que nunca pensei que um dia eu poderia fazer em um "trabalho" não-remunerado. Cobri eventos, conheci pessoas, aprendi sobre assuntos que nunca passariam antes pela minha cabeça aprender.

E isso abriu outras portas para mim. Meu projeto de ter meus próprios sites se concretizou. O PJ virou meu, meus sonhos começaram a tomar forma. Estou me dedicando a carreira online integralmente. Estou estudando todos os dias, todas as horas livres que tenho. De graça, isso mesmo... Porque, mesmo que eu não possa voltar agora para terminar meu último ano na faculdade, posso continuar aprendendo com pessoas que tem experiência de vida na minha profissão. E o twitter me abriu essa porta e me levou de encontro com essas pessoas.

Meus professores "virtuais", nem sabem o quanto me ensinam. Ler todos os dias as palavras e textos de Rosana Hermann, Leo Jaime, Flávio Fachel, Sam Shiraishi, Fred Navarro, Mauricio Stycer, Cora Ronái, Paulo Querido e muitos outros, está me ensinando coisas que nenhuma universidade me ensinaria. Cruzar caminho com anônimos que me ensinam lições de vida, caráter e profissionalismo como Juliana Sardinha, meu saudoso Monthiel, José Márcio, Rogério Bauru, Aparecido Rosário, Antenor Thomé, Alexandre Matias, Cecilia Tanaka, Douglas Costa, Ale Rocha, Alexandre Inagaki e tantos outros. Tudo isso não tem preço, pelo contrário, muito nem sabem que eu existo, e nem fazem ideia, que de forma gratuita ensinam e muito sobre como é um ser humano de valor.

O ano de 2009 está chegando ao fim muito rápido. Deixou em mim marcas de alegrias e tristezas, mas o melhor de tudo que ela me deixa é esperança de que tudo pode mudar. Todos podemos mudar. Os sonhos podem ser realizados, basta querermos. E essa foi uma lição que aprendi com meu amigo Monthiel, que nos deixou em agosto, mas que com certeza, deixou um aprendizado enorme que a vida é feita de pequenos momentos, e devemos aproveitar todos eles, bons e ruins, pois não sabemos quando o nosso tempo, nosso anos pessoal irá realmente se acabar.

Que venha 2010! Pode vir com tudo, porque eu estou pronta esperando por todos os seus atropelos, sejam eles positivos ou negativos. Pode chegar que estou pronta para te receber. Mais madura, mais humana, mais mulher.

6 comentários

Bauru disse...

Lindo, tocante e verdadeiro. Termino a leitura com a impressão de que este é um texto que eu gostaria de ter escrito. Há nele um lirismo que apenas o coração que já esteve atribulado pode expressar. Bebi de cada palavra e desejo do fundo de meu coração que este tenha sido um ano de marcas muito positivas como disse no post e que o próximo seja de muitas alegrias e crescimento, financeiro também. Beijo, Ana, que nossa nova amizade seja muito longa!

José Márcio disse...

Nossa Ana, quanto honra figurar ao lado de pessoas tão gabaritadas, mas você também foi uma das grandes conquistas que obtive na blogosfera, sem qualquer puxa-saquismo, sabe que te admiro e gosto de verdade de você.

Ana Beatriz Camargo disse...

Nossa, parabéns pelo ano, sério mesmo. Eu sou uma pessoa positiva também, daquelas que pode estar no meio de uma inundação ou de uma seca desértica, mas que continua fazendo piada e tentando fazer os outros esquecerem pelo que estão passando, mas você foi uma lição a mais para mim - de positivismo, de dedicação, de ética, de profissionalismo, de vida.

Que seu 2010 seja maravilhoso!
Beijos.

crazyseawolf disse...

Ana, me senti lisonjeado por ser citado por você e também por me colocar entre pessoas relevantes na blogosfera, e também por eu ser uma referência. Fico feliz pelo seu sucesso e espero que em 2010 você tenha muito mais alegrias do que tristezas, e saiba que aqui você tem um amigo virtual que estará sempre torcendo por você!
Parabéns!

Juliana Sardinha disse...

Oi Ana! Que lindo texto...Saiba que você também me é muito cara e que estou na torcida para que seus sonhos se realizem em 2010 ;)

incommunseries.com disse...

Uau!! Belísssimo texto, e obridado por eu fazer parte da sua "vida on-line", sabe nem tinha me tocado no que mudou ou esta mudando em mim em cada segundo que resta deste ano, muitas coisas aconteceram positivas e negativas, mais acredito que para algo maior. Você posso dizer claramente aqui que foi umas das pessoas que masi me simpatizei, devido ao seu jeito forte e alegre, antes tinha medo, por que a maioria "donos de blogs" são e é arrogantes, vive em função do seu "GRANDE EGO" vc faz uma pergunta e nunca mais eles te responde ou pode(quem sabe da próxima vez que eu abrir o e-mail a resposta esta lá depois de anos) Você não todas as vezes que te pedi ajuda você estava ali, firme e forte sempre disposta.. Eu que tenho que agradecer e muito a ti

OBRIGADO, THANK'S :)

Postar um comentário

Leia as regras:
Os comentários deste blog são moderados.
Use sua conta do Google ou OpenID.

Não serão aprovados comentários:
* com ofensas, palavrões ou ameaças;
* que não sejam relacionados ao tema do post
* com pedidos de parceria;
* com excesso de miguxês CAIXA ALTA, mimimis ou erros grosseiros de ortografia;
* sem e-mails para resposta ou perfis desbloqueados;
* citar nome de terceiros em relação à apologias, crimes ou afirmações parecidas;
* com SPAM ou propaganda de blogs.

Importante:
* Diferença de opinião? Me envie um e-mail e vamos conversar educadamente.
* Parceria somente por e-mail.
* Dúvidas? consulte o Google!

Obrigada por sua visita e comentário. Volte sempre!
OBS: Os comentários dos leitores não refletem as opiniões do blog e de sua autora.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo
 
;